Como Usar Cloridato de Tiamina (Vitamina B1) para Plantas

Descubra porque você NÃO deve usar Cloridato de Tianina nas suas plantas.

Publicado em e atualizado em: 09-01-2022 por Lory Aguiar

É muito comum que se propague o mito de que o cloridato de tiamina pode ajudar na adaptação de plantas após o transplante, ou mesmo para ajudar a planta a crescer. Nesse artigo, vamos desmitificar alguns desses mitos e você vai entender a verdadeira função da Vitamina B1 para o seu jardim.

Cloridato de Tiamina

origem de tudo remonta a década de 30, quando um botânico fez experimentos de laboratório com raízes de plantas, concluindo que a aplicação de B1 ajudava as raízes a se desenvolverem. O experimento também testava a eficácia de outros fertilizantes domésticos, como o ácido indol butírico e o ácido naftilacético.

A revista Better Homes & Gardens, que trazia matérias de jardinagem e influenciava o nicho, na época, publicou uma matéria sobre o uso da Tiamina, popularizando ainda mais o mito de que esse produto poderia fazer maravilhas pelas plantas.

Cloridato de Tiamina ajuda no crescimento das plantas?

Não. O mito criado na década de 30 foi desmascarado por diversos estudos que seguiram. A realidade é que as pesquisas feitas combinavam o Cloridato de Tiamina com outros fertilizantes, criando uma falsa correlação de aplicação com desenvolvimento das raízes.

produtos para jardim

O fato é que o Cloridato de Tiamina sozinho não tem efeito algum pelas suas plantas e não deve ser utilizado na jardinagem. Vale dizer que um solo saudável pode produzir o Cloridato de Tiamina (Vitamina B1) por si só.

Mas e por quê ainda encontramos produtos ricos em Cloridato de Tiamina que prometem fertilizar nossas plantas? Puro marketing! Fuja de produtos que prometem, prometem, mas não condizem com estudos da realidade.

Cloridato de Tianina ajuda no Choque de Transplante?

Choque de Transplante

O choque de transplante é o estresse que uma planta sofre após ser transplantada. A planta pode levar alguns dias ou semanas para estabelecer suas raízes e se adaptam as novas condições de temperatura, luz e umidade.

Existe um mito popular de que o cloridato de tiamina poderia ajudar no choque de transplante, reduzindo o estresse sofrido pela planta. Novamente, isso é um mito. Não existe comprovação científica de que isso, de fato, acontece. Embora isso seja passado de geração para geração, no campo, gerando um uso desnecessário do produto.

Para reduzir o choque de transplante, você deve regar a planta adequadamente, além da possibilidade de aplicação de um fertilizante de nitrogênio. Outra solução interessante é utilizar a alfafa, que é rica em proteínas, vitaminas e minerais, tendo a capacidade de fixar o nitrogênio no solo.

É possível utilizar vitaminas para humanos em plantas?

verdades e mitos

O cloridato de tianina é uma vitamina presente na alimentação humana, conhecida como vitamina B1. Dado isso, muitas pessoas podem ficar curiosas se existe a possibilidade de utilizar vitaminas humanas em plantas.

Embora elas não sejam as mais adequadas, é, sim, possível utilizar vitaminas feitas para humanos para nutrir o solo das plantas. As plantas tem necessidades nutricionais parecidas com seres humanos, precisando de cálcio, ferro, Vitamina C e vitamina D.

Leia também: Sulfato de Cobre para Plantas

Qual vitamina ajuda as plantas a crescer mais rápido?

Louro

Se o cloridato de tianina não funciona, qual vitamina poderia ser utilizada para fertilizar as plantas e acelerar o seu crescimento? A resposta é uma vitamina que também é excelente para nós, seres humanos: a vitamina C. Segundo estudos recentes, ela protege as plantas dos efeitos prejudiciais do sol durante o processo da fotossíntese.

Você ficou com alguma dúvida sobre cloridato de tianina nas plantas? Comente abaixo!

Compartilhe nas Redes Sociais! :)

Facebook Twitter Pinterest Whatsapp

Você leu Como Usar Cloridato de Tiamina (Vitamina B1) para Plantas. O Meu Verde Jardim estará aqui para te ajudar sempre que precisar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.