17 Árvores para Fazer Sombra de Crescimento Rápido

Precisa de espécies de árvores para deixar a sua casa mais sombreada e refrescante? Veja a nossa lista de árvores para fazer sombra!

Publicado em e atualizado em: 03-06-2022 por Lory Aguiar

Além de fazer sombra, as árvores no quintal podem trazer um ar mais fresco, proteger de ventanias, chuvas e geadas. Em climas mais quentes, as árvores de sombra são fundamentais para assegurar o resfriamento. Neste novo guia do Meu Verde Jardim, você vai conferir uma lista de espécies de árvores de crescimento rápido para fazer sombra.

O primeiro cuidado ao escolher a árvore ideal para o seu quintal é se atentar para as necessidades de luz, solo, temperatura, umidade e clima da espécie em questão. Um segundo cuidado é pensar sempre a longo prazo. Diferente do cultivo de outros tipos de plantas, as árvores são plantas que vivem muitas décadas.

Noivinha (Euphorbia leucocephala)

Entre os nomes populares pelos quais essa árvore é conhecida, podemos citar noivinha, neve da montanha; cabeça branca; leiteiro-branco; cabeleira-de-velho; flor-de-criança e chuva-de-prata.

Pertencente a família Euphorbiaceae, essa planta é nativa da América Central, podendo atingir até 3 metros de altura. Ela é uma árvore perfeita para calçadas, jardins e beira de estrada.

As flores da noivinha são pequenas, brancas e com um aroma bastante chamativo.

A noivinha também pode ser cultivada como planta de vaso, embora apresente uma rápida taxa de crescimento.

Resedá Rosa (Lagerstroemia indica)

Também conhecida como extremosa, essa planta pertence a família das Angiospermae. Se trata de uma árvore de médio porte, que pode atingir até cinco metros de altura. Ela é famosa por suas folhas avermelhadas durante o outono.

Já as suas flores, são pequenas e podem assumir tanto a cor branca quanto a cor rosa. O florescimento ocorre em novembro e dura até o fim do verão.

O resedá rosa de adapta muito bem aos diferentes biomas brasileiros, atraindo ótimos polinizadores como beija-flores para o jardim.

Ipê (Tabebuia sp)

Nativo do cerrado brasileiro, essa planta também é chamada de ipê amarelo. O ipê amarelo pertence a família Bignoniaceae, podendo atingir até 14 metros de altura. Ele pode ser encontrado nativamente nos estados do Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Minas Gerais e no Paraná.

O florescimento do ipê amarelo ocorre ao fim do mês de julho, trazendo belas flores amarelas para alegrar a sua casa. Essa planta também é chamada de ipê cascudo, ipê do campo, ipê pardo, piúva e ipê do cerrado.

Veja também: Como Plantar Assacu

Jacarandá Mimoso (Jacaranda mimosaefolia)

Jacarandá mimoso é uma árvore ornamental para fazer sombra. Nativa da América do Sul, essa planta pertence a família das Bignoniaceae. Ela pode atingir até 15 metros de altura em sua fase adulta. A sua copa é redonda e irregular, trazendo muita sombra por onde é plantada.

O jacarandá mimoso é perfeito para ruas, calçadas, parques e praças, principalmente pelo fato de suas raízes não serem agressivas.

Manacá da Serra (Tibouchina mutabilis)

Tibouchina mutabilis é uma árvore conhecida popularmente como Manacá da serra, cuipeúna, jacatirão e manacá da serra anão. Se trata de uma árvore que ocorre na Mata Atlântica, com belas flores grandes que mudam de cor durante o ciclo reprodutivo da planta.

Para cultivar essa árvore de sombra na sua casa, você precisa de um ambiente de pleno sol, um solo bem nutrido, drenado e rico em matéria orgânica.

Leia também: Significados de Anões de Jardim

Chuva de Ouro (Lophantera lactescens)

Lophantera lactescens é uma árvore amazônica também conhecida popularmente por chuva de ouro ou lanterneira. Se trata de uma planta que pode atingir até 20 metros de altura, com copa em formato de pirâmide e um florescimento exuberante, de onde surgem inflorescências amarelas a partir de um longo eixo principal.

Também é uma excelente flor de corte, que pode ser utilizada na composição de buquês de noiva e decorações.

Magnólia (Magnólia spp)

São mais de 80 espécies diferentes de magnólia que se desenvolvem em regiões quentes da América e da Ásia. Essa árvore de sombra pode atingir até 24 metros de altura. As suas folhas grandes fazem sombra durante todo o ano, excetuando no inverno, quando ela realiza a sua troca de folhas. As suas flores são muito grandes, bonitas e aromáticas.

No Brasil, é um pouco raro de avistar essa planta. Ela costuma ocorrer mais nas regiões leste e sudeste.

Candelabro (Erythrina speciosa)

Também chamada de Eritrina-candelabro, essa árvore atrai beija flores devido as suas belas flores vermelhas. O candelabro pode atingir até cinco metros de altura. Mas cuidado: essa planta possui muitos espinhos, que podem causar ferimentos se não manuseada utilizado luvas.

Por ocorrer nativamente em regiões mais úmidas, essa árvore exige solos e climas mais úmidos para se desenvolver. O seu florescimento ocorre entre junho a setembro. Os seus frutos amadurecem entre outubro e novembro.

Leia também: Árvores para Cultivar em Vasos

Cambuci (Campomanesia phaea)

Cambuci é uma árvore perene pertencente a família Myrtaceae. Ela é nativa da Mata Atlântica, ocorrendo nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Em sua fase adulta, essa planta pode atingir até cinco metros de altura. O seu florescimento ocorre de agosto e novembro, quando surgem flores brancas, grandes e muito belas.

Desta árvore, no final do verão, surgem pequenos frutos de casca verde. Tais frutos são utilizados na fabricação de cachaças, na produção de sorvetes, doces, geleias e sucos.

Pitagueira (Eugenia uniflora)

Pitagueira

Eugenia uniflora é o nome científico da pitangueira, a árvore que dá pitanga. Se trata uma planta que ocorre na América do Sul, especificamente nos países Argentina, Brasil e Uruguai. Podendo atingir até doze metros de altura, essa planta pode ser utilizada não se de forma ornamental como para o cultivo de pitangas, que são pequenos frutos doces e perfumes utilizados na culinária e na aromaterapia.

Jabuticabeira (Eugenia cauliflora)

A jabuticabeira pode atingir até sete metros de altura. Nativa da Mata Atlântica, essa planta ocorre nativamente no Brasil, Argentina e Paraguai. Ela é perfeita para criar grandes áreas de sombra na sua casa, além de produzir frutos muito consumidos no Brasil, as famosas jabuticabas, consumidas de forma natural ou em geleias, licor, sucos e outros pratos da culinária brasileira.

Pau Fava (Senna macranthera)

Pau de fava também é chamada popularmente de fedegoso. Se trata de uma árvore ornamental florífera, que apresenta belas flores amarelas de janeiro a maio. Por se tratar de uma planta de clima tropical, o pau de fava deve ser cultivado em ambientes de pleno sol.

Em sua forma nativa, essa planta pode ser encontrada no Ceará, no Espírito Santo, na Bahia, em São Paulo e em Minas Gerais. Fora do Brasil, ela ocorre no Uruguai, Paraguai, Bolívia, Peru, Equador e Venezuela.

Aceroleira (Malpighia emarginata)

Malpighia emarginata é a famosa planta que dá acerolas. Ela também é chamada de cereja das antilhas, devido ao formato dos seus frutos lembram as cerejas.

Pertencente a família das Malpighiaceae, se trata de uma árvore de pequeno porte, mas que também pode fazer sombra. O destaque principal esta na sua produção abundante de acerolas, que podem ser consumidas in natura ou utilizadas no preparo de sucos, vitaminas, papas, doces, sorvetes e vinhos.

Tarumã (Vitex montevidensis)

O Tarumã (do tupi “fruta escura de fazer vinho”) é uma planta nativa da floresta atlântica, que ocorre desde a Bahia até o Rio Grande do Sul. Ela também é chamada popularmente por azeitona brava, cinco folhas, grataúba ou sombra de touro – este último ressaltando o seu potencial de trazer sombra para a sua casa.

Podendo atingir até 12 metros de altura, essa árvore dá frutos entre fevereiro e abril. Seus frutos são doces e comestíveis, também sendo utilizados na produção de vinho e licor.

Acredita-se que o fruto do tarumã tem diversas propriedades medicinais. Mas não temos tantos estudos com a fruta para concluir algo.

Leia também: Árvores Frutíferas para Solo Arenoso

Vacum (Allophylus edulis)

Vacum é uma árvore que pode atingir até dez metros de altura, com flores na cor branca. Ela também é chamada popularmente de fruta do pombo, baga de morcego e vacunzeiro. Essa planta é famosa por atrair aves, que se alimentam de seu fruto. Ela costuma atrair sabiás, bem te vis, trinca ferros, entre outros.

Essa planta ocorre nativamente tanto na floresta amazônica quanto na mata atlântica. Tanto os seus frutos quanto as suas folhas são utilizados no tratamento de infamações na garganta, problemas no intestino e no sistema digestivo.

Açoita-cavalo (Luehea divaricata)

Também chamada de caiboti, pau de canga ou ibatingui, essa planta pertence a família das Malvaceae. Se trata de uma planta nativa do Cerrado, que ocorre nos estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Essa árvore pode atingir até vinte metros de altura na sua fase adulta, trazendo muita sombra para a sua casa. As suas flores podem ser rosas ou amarelas, disponíveis em inflorescências. O seu fruto não é comestível.

Leia também: Lista de Árvores Antigas

Louro-pardo (Cordia trichotoma)

Para finalizar a nossa lista de árvores para fazer sombra, temos a louro-pardo, uma planta que ocorre no Brasil, Argentina, Paraguai e Bolívia.

Essa planta pode ser cultivada tanto a partir de raízes quanto a partir de mudas, desde que você ofereça um solo bem drenado e fértil.

1. Quais são as árvores mais adequadas para fazer sombra?

As árvores mais adequadas para fazer sombra são as árvores de folha caduca, pois elas têm folhas que caem todos os anos.

2. Quais são as árvores menos adequadas para fazer sombra?

As árvores menos adequadas para fazer sombra são as árvores de fruto, pois elas têm frutos que podem cair e sujar o chão.

3. Por que as árvores de fruto não são boas para fazer sombra?

As árvores de fruto não são boas para fazer sombra porque elas têm frutos que podem cair e sujar o chão.

Veja ideias de árvores para fazer sombra na calçada:

Leia também: Lista de Árvores mais Antigas da História e Plantas para Umidificar o ar Seco

Compartilhe nas Redes Sociais! :)

Facebook Twitter Pinterest Whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.