Problemas com Cultivo de Pimenta e Pimenteira: Pragas, Doenças e Soluções

Não é fácil cultivar uma pimenteira. Aprenda a identificar e lidar com as principais pragas e doenças!

Publicado em e atualizado em: 26-04-2022 por Lory Aguiar

A pimenta é um tempero utilizado na culinária do mundo todo. Não tem coisa melhor do que ter pimentas frescas e orgânicas disponíveis no seu quintal para colher quando quiser.

Mas cultivar pimenteiras envolve alguns problemas comuns. Algumas doenças e insetos podem parasitar a sua planta. Por conta disso, fizemos um guia exclusivo com as melhores dicas para você cuidar de pimenteiras.

A seguir, você vai conferir os problemas mais comuns que o agricultor doméstico se depara ao cultivar pimentas. A lista serve para você identificar os principais problemas. Ao final, temos um pequeno guia de como prevenir e resolver a maioria deles.

Minhocas e Lagartas na Pimenteira

Minhocas e Lagartas na Pimenteira

Lagartas e minhocas podem comer folhas, brotos, caules e até os preciosos frutos. É bem visível quando existe uma infestação de pragas: a planta fica toda carcomida.

Essas são as lagartas mais comuns que parasitam uma horta e um jardim:

Heliothis spTambém conhecida como lagarta da maçã.
Helicoverpa sppOcorre em ecossistemas desequilibrados.
Spodoptera sppPode destruir uma plantação inteira de pimenta.
Autographa gammaLagarta de traças que pode afetar pimenteiras.
Espécies de Lagartas Parasitas

Outra praga comum é a traça do tomateiro, conhecida como tuta absoluta. Ela também ocorre em plantações de tomate e trigo. Diferente das lagartas, eles sugam a folha deixando a epiderme intacta. São verdadeiros vampiros do jardim.

Pulgões Comendo a Folha da Pimenteira

Pulgoes Comendo a Folha da Pimenteira

Outra praga comum que pode parasitar as suas pimentas são os pulgões. Já escrevemos um guia de como matar pulgões. Leia se o seu problema for esse.

Os principais sinais de uma infestação de pulgões são folhas enguradas e onduladas. Também é possível ver as grandes colônias desses insetos nos brotos da planta.

Outro forte sinal da presença desses seres é o aparecimento de uma substância pegajosa.

Essas são as espécies de pulgões que comumente atacam as pimenteiras:

Myzus persicaeConhecido também como pulgão verde.
Macrosiphum euphorbiaeMuito comum em culturas de batata, tomate e pimenta.
Aulacorthum solaniCostuma sugar a seiva das plantas enfraquecendo-as.
Espécies de Pulgões Parasitas

Mosca Branca nas Folhas de Pimenta

Mosca Branca nas Folhas de Pimenta

As moscas brancas têm três principais indícios de sua presença:

  1. Podem aparecer sobrevoando a sua horta;
  2. Podem aparecer descansando embaixo das folhas;
  3. Podem deixar uma substância gosmenta como pista.

Existem apenas duas espécies de moscas brancas presentes em plantações de pimenta: Trialeurodes vaporarium e Bermisia tabaci.

Outra aranha que pode afetar sua planta é a aranha vermelha, conhecida cientificamente como tetranychus urticae. Elas são disseminadas pelo vento e ocorrem em climas mais quentes e secos. O principal dano causado na planta são pequenas manchas amareladas e marrons. Se a infestação for muito grande, a planta pode ficar totalmente tomada por suas teias.

Leia também: Como Matar Fumagina

Teias de Aranha na Pimenteira

Por vezes, pode surgir uma pequena teia de aranha na sua pimenteira. Em alguns casos, são apenas aranhas inofensivas a sua planta. Mas esse também pode ser um sinal dos ácaros aranhas, que podem descolorir as folhas, causando o amarelamento.

Teias de Aranha na Pimenteira

A família de ácaros aranha mais comum é a Tetranychidae, que contempla mais de mil espécies parasitas diferentes. Elas costumam ficar na parte inferior das plantas e cria uma teia muito semelhante as aranhas.

Manchas Amarelas nas Folhas da Pimenteira

Manchas Amarelas nas Folhas da Pimenteira

Outro problema recorrente são pequenas manchas na cor amarela que podem surgir nas folhas da sua planta.

Essas manchas podem ter diversas causas, mas no geral são causadas pode doenças provenientes de fungos. Outro sintoma de fungos são pequenas camadas de um pozinho branco que surge no topo das folhas.

Minha Pimenteira Secou

Outro problema é a secura total da pimenteira. É de conhecimento popular que a inveja pode secar uma pimenteira. Para além da lenda urbana, a pimenteira pode secar naturalmente durante a época de desenvolvimento das pimentas. Isso é causado por um fungo muito agressivo denominado Phytophthora capsici.

Minha Pimenteira Secou

Por ser uma questão mais grave, você deve podar rapidamente as plantas afetadas antes que a doença se alastre. Outra indicação é regular a frequência de irrigação, uma vez que a umidade aumenta a probabilidade da proliferação deste fungo.

Podridão das Raízes da Pimenteira

Podridao das Raizes da Pimenteira

Outra dor de cabeça de pessoas que cultivam pimentas é quando as raízes apodrecem devido a fungos como Phytophtora spp. Pythium sp., Rhizoctonia solani, Sclerotinia sp. etc. Esses fungos são mais propícios aparecer em solos pouco drenados ou em hortas cuja irrigação está excessiva.

Nematóide das galhas: Nódulos nas Raízes

Nodulos nas Raizes

Pimenteiras infectadas por nematoides costumam ter sintomas visíveis e por tabela. Os sintomas visíveis não pequenos nódulos que surgem nas raízes. Já os sintomas por tabela é um crescimento mais lento, flores e frutos murchos e raízes deformadas.

O nematóide mais propício a afetar pimentas é o Meloidogyne incognita, que também afeta outras culturas de legumes, hortaliças e até flores.

O controle deste problema é muito complexo. O ideal é isolar ao máximo a área de infecção.

Como Cuidar da Pimenteira

Como Cuidar da Pimenteira

Você aprendeu a identificar a causa e os sintomas dos principais problemas. Agora, confira dicas para prevenir e matar pragas, doenças, vírus, mofos e outras desventuras:

  • Utilize um fungicida com ação preventiva na sua horta;
  • Inspecione frequentemente suas plantas para podar e remover galhos e plantas que apresentem doenças ou outros problemas;
  • Utilize um pesticida caseiro com rotina no seu jardim;
  • Coloque sempre a sua pimenteira em uma região de boa circulação de ar para prevenir doenças de fungos;
  • Vale dizer que a pimenteira é muito suscetível a um problema chamado asfixia radicular quando o solo não esta bem drenado. Os principais sinais da asfixia radicular é a podridão da planta começando pelas partes inferiores. Quando você percebe, já é tarde;
  • Irrigue sua pimenteira com a frequência correta e assegure que o solo esteja bem drenado para evitar um ambiente propício ao desenvolvimento de fungos;
  • Siga a risca as instruções contidas nos rótulos dos produtos utilizados no controle de pragas e doenças.

Leia também: Como Matar Grilos, Como Plantar Amendoins, Como Plantar Alho e Como Matar Percevejos

Você teve algum problema com a sua pimenteira que não apareceu na nossa lista? Deixe um comentário!

Compartilhe nas Redes Sociais! :)

Facebook Twitter Pinterest Whatsapp

Você leu Problemas com Cultivo de Pimenta e Pimenteira: Pragas, Doenças e Soluções. O Meu Verde Jardim estará aqui para te ajudar sempre que precisar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.